[Resenha] Onde Guardo As Bobagens Que Eu Contava Só Para Você?


Autora: Márcia do Valle
Páginas: 116

Sinopse: Onde guardo as bobagens que eu contava só para você?". Márcia do Valle traduz os assuntos que eram compartilhados no cotidiano a dois em textos recheados de saudade, amor, tristeza e outros sentimentos que povoam a vida de cada leitor. O livro traz reflexões, questionamentos e constatações na forma de uma antologia de textos curtos e intimistas que ora soam como um desabafo, ora como um chamado, cruzando os caminhos tanto da vida a dois quanto do individualismo de cada um.
"Onde guardo as bobagens que eu contava só para você?" É uma coletânea de textos que falam sobre sentimentos e pensamentos. Traz muito sobre felicidade, términos, incertezas, saudades.

São textos curtos e fáceis de se identificar. Quem nunca sentiu saudades de um amor? Teve vontade de pausar um momento feliz? Ou teve dúvidas sobre algo ou alguém?

Me vi em muitos textos e me identifiquei com alguns sentimentos, até mesmo que eu estava tendo na hora. Acredito que esse livro é para se ler com calma, em pausas. São textos para sentir e refletir. É uma delícia de leitura.

A autora tem uma escrita leve, ainda que sejam textos fortes, e que permite que o leitor sinta o que ela estava sentindo quando escreveu aquele texto.

Recomendo!

Gostam de coletâneas de textos? Não é algo que estou acostumada a ler, mas foi surpreendentemente positivo!

Comentários

  1. Gosto muito de textos breves, sejam eles artigos, contos ou crônicas. Quando são ficção permitem que você entre de cabeça em uma situação que poderia, ou não, ter acontecido. Acho ótimo poder sentir o que você relata, essa identificação com os textos em certos momentos ou memórias. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Oi. Só o título já foi um bom convite para que eu queira ler, gosto de livros assim, que traz pensamentos, ideias que nos assemelha, que seja a saudade ou o amor. Tenho o hábito de ler textos assim, então sei que existe uma grande possibilidade de apreciar a leitura. Espero encontrar mais indicações como essa por aqui... simplesmente amei <3

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de ler livros nessa vibe. Textos curtos que podem ser lidos de maneira aleatória, livres, leves, são ótimos para intercalar com leituras mais densas ou longas. Não conhecia esse livro e fiquei a fim de fazer a leitura...

    Küss 😘

    ResponderExcluir
  4. Ah, que delícia de livro! Eu também tive o prazer de resenhar esse livro e fiquei surpresa por ser o estilo de poesia e poemas em prosa, do jeito que eu gosto. Por se tratar de textos curtos e livres. Particularmente, aprecio muito esse estilo do gênero. Ótimo saber que você também se identificou. Eu favoritei muitos textos dessa coletânea!

    ResponderExcluir
  5. Nayara, a proposta do livro da autora é completamente fora da minha zona de conforto. Eu meio que tenho dificuldade em lidar com sentimentos extremos, com tudo que toca na alma e as vezes nos levam às lágrimas. Realmente eu imagino quão linda deve ser essa obra. Mesmo eu sendo muito manteiga derretida.
    Por não ter muitas páginas, pode ser que eu não desabe. Mas gostei do seu conselho a respeito de "consumi-lo com moderação...".
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Não é um estilo de leitura da minha zona de conforto, mas parece ser bem leve! Não teria medo em me lançar nessa leitura!

    ResponderExcluir
  7. Interessante a proposta do livro, acho que me traria boas lembranças de relacionamentos do passado. Obrigado pela dica <3

    🌗 Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir
  8. tem livros que tem um impacto de peso na gente, uma mistura de alfinetada com tapa na cara, sinto isso lendo obras da rupi kaur.

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem? Quando vi esse livro pela primeira achei o título bem curioso e me chamou atenção. Recebi um exemplar da autora e já estou ansiosa para iniciar a leitura. A vida a dois traz muitos desafios e experiências. Muito a ser contado. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Nayara amo esse estilo de texto. Onde nos identificamos rapidamente pois poderíamos ter vivido a mesma situação fácil fácil.

    E amei saber que sao textos pequenos e faceis de ler. isso ajuda muito em uma coletanea

    ResponderExcluir

Postar um comentário