[Resenha] Assassinos de Anúbis


Autor: Everton Gullar
Páginas: 248

Sinopse: Safir é vitimado por um câncer agressivo nos pulmões e se vê com os dias contados. Restam-lhe em torno de 90 dias. Para passar seu tempo, decide cultivar pés de tomate-cereja, renega qualquer tratamento ou intervenção cirúrgica. Mas, com o retorno de Juliana, seu grande amor, com quem foi casado e traído, Safir sobrevive, porém já não é mais o mesmo. Algo mudou de forma grave, ele decide marchar contra o sistema. Trilha um caminho sem volta, vivendo entre o bem e o mal. Até conhecer Lauro, o presidente do Hospital de Transplante do Estado que percebe suas qualidades, um poderoso soldado, e convida-o para fazer parte dos Assassinos de Anúbis, organização secreta que age pelas sombras da sociedade, lutando contra a corrupção e a falta de órgãos no banco de transplantes. Os políticos corruptos passam a ser julgados por Anúbis e podem ser devorados por Ammit.


Há quantos anos pessoas inocentes são vítimas da corrupção? Uma sociedade corrupta e podre formada por políticos, policiais, empresários e toda sua corja, que estão mais preocupados em ganhar cada vez mais dinheiro, não importa como e de que forma.

Óbvio que quem mais sofre com isso é a população mais pobre, os inocentes. E é por isso, que Lauro, presidente de um hospital especializados em transplantes, fundou os Assassinos de Anúbis, uma organização que visa combater a corrupção e a falta de órgãos para o banco de transplante.

Formado por pessoas que já sofreram com a corrupção de alguma forma, os Assassinos de Anúbis, irão julgar os políticos corruptos, sem dó, nem piedade. É preciso limpar o país, arrancar o mal pela raiz!


O livro é divido em três partes. Conta a história de três membros da organização, o que faziam, como viviam e o que passaram até o momento que são recrutados. Dessa forma, foi possível enxergar, de pontos de vistas diferentes, como a corrupção atinge a todos.

É impossível ler e não associar ao cenário político em que vivemos. Peguei muitas referências na história, que me deixaram fascinada.

Eu gosto de ler, falar, discutir sobre política, por tanto eu já estou escalando Assassinos de Anúbis para o meu ranking de livros preferidos. O autor trouxe de forma original uma crítica a sociedade, misturado a problemas sociais e muito mais, e conseguiu, dentro de uma ficção, criar uma história instigante e imponente.
Você é uma pessoa que não gosta de política? Leia mesmo assim. A obra é uma ficção, cheia de ações, mistérios e reviravoltas. A escrita do autor é fluida e instigante!

Mais do que recomendado!

Conta aí, você gosta de livros do gênero? Leria, ainda que não esteja familiarizado?

Comentários