quarta-feira, 1 de maio de 2019

[Duo Literário] Resenha - Meu Ébano

Olá, leitores!

Sejam bem-vindos a nova coluna do blog, Duo Literário!

Para sermos breves, nesta coluna traremos críticas de livros com dois pontos de vista diferentes. A coluna será escrita por mim, Nay, e pelo Rafa. Nós dois faremos leituras juntos e traremos nossa avaliação no ponto de vista de cada um, além de dizer se é uma boa leitura para se fazer com o namorado (a), amigo (a)... 😉

Eu e o Rafa temos 99% de compatibilidade em praticamente tudo, gostos, pensamentos, etc... então pode ser que nossas opiniões sejam parecidas algumas vezes 💓.

Para estrear a coluna, trouxemos o livro Meu Ébano, um romance erótico. Vamos lá?


Autora: Suka P.
Página: 152
Publicação Independente
Disponível para o Kindle Unlimited‎
Classificação: 18 anos

Sinopse: Anne, uma jovem garota, vê sua vida modificada após conhecer Rob, um homem mais velho e mais experiente pelo qual ela se apaixona.

Enquanto ele busca ensiná-la sobre a vida sexual e profissional, dando a ela oportunidades irresistíveis, ela apenas vê nele o amor de sua vida.

Um romance vulgar, com reviravoltas surpreendentes.


A HISTÓRIA

Nay:

Não espere muita coisa da história, a não ser muito sexo, não acontece nada de grandioso, a não ser no final, que me deixou bem chocada em uma cena específica, e o epílogo, e é nesse ponto que eu acho que a autora poderia ter explorado a história, pois apenas sexo, sexo, sexo deixou a história um pouco maçante.

Além disso, tem muitas falas machistas, o que me desagradam muito, deu muita raiva mesmo, e acredito que para quem é feminista como eu, vai se incomodar bastante também.

Rafa:


Uma espécie de 50 Tons de Cinza, versão brasileira. A autora traz uma história envolvente de um amor avassalador, entre uma jovem estudante universitária e um empresário do ramo turístico. Ambos se conhecendo através da faculdade. Porém notei que tem mais sexo, sexo, sexo ao invés de uma história de amor entre idas e vindas. 

ESCRITA

Nay: 

A Suka escreve muito bem, isso fica claro. A escrita é fluída, sem muita enrolação. Entretanto, a repetição de diálogo, quando narrado hora por Anne, hora por Rob, incomoda demais e é isso que deixa o livro cansativo e entediante, pois tem hora que isso se torna totalmente desnecessário, repetindo muitas vezes diálogos inteiros, da vontade total de pular a página (O que confesso ter feito em alguns momentos).

Rafa: 

É inquestionável o talento da autora, possuindo uma escrita sem "mimimi", ela vai direto ao ponto em cenas de sexo durante toda história. Desprendendo de toda formalidade em cada capítulo escrito.

A autora poderia ter explorado um pouquinho mais na hora de criar um dinamismo nos diálogos entre Anne e Rob, em algumas partes, chega ser um pouco cansativo ter que reler todo o diálogo anterior do mesmo personagem. Fora isso, uma história que prende os leitores que amam esse gênero.



PERSONAGENS

Nay: Anne é uma garota que pode trazer inspiração para muitas meninas que estão iniciando a vida sexual, com suas inexperiências, descobertas e inseguranças. Além dela ser uma garota fora dos ridículos "padrões de beleza".

Rob é um personagem que detestei profundamente, do início ao fim, extremamente machista, acha que é dono da razão simplesmente por ser mais velho e ter vivenciado mais coisas na vida. Odiei!

Rafa: Anne é uma jovem meiga e tímida, que busca se encontrar para o verdadeiro amor, além de ser sonhadora e buscar os seus objetivos para o futuro. O livro narra toda suas inseguranças e medo em relação sexo.

Rob é um personagem que detestei em todos os sentidos, fazendo o tipo machista "mando em tudo nessa porra". Um sujeito que busca o sexo entre ela e uma personagem secundária que pouco apareceu na história. Ele é o tipo de sujeito que vemos por aí, que trata uma mulher apenas como um objeto sexual, nada mais que isso. Seria legal uma morte lenta e dolorosa para ele na história. Fica a dica.

Nay: Rafa é demais hahaha, mas é realmente o que a gente desejou para o personagem. Rob é insuportável.

CAPA

Nay: A capa é bem bonita e representa bem a história e os personagens, tem tudo a ver.

Rafa: Capa é de acordo com todo o contexto passado na história. Tem tudo a ver mesmo. 

INDICAÇÃO

Nay: Para quem gosta de Romances Eróticos vai encontrar em Meu Ébano uma história quente, com cenas apimentadas e bem fortes, um prato cheio para amantes do gênero.

Lê com o namorado (a) pode dar uma apimentada na relação, por causa das cenas de sexo, que são bem quentes.

Válido para ler com o amigo também, principalmente se vocês tiverem opiniões ativistas, pois da pra questionar muitas atitudes, tanto de Rob, quanto de Anne. Rende uma boa discussão. 

E meninas, sempre, sempre falem NÃO para o que vocês não querem fazer! E se o macho for escroto com você, VAZA, garanto que quem vai sentir falta é ele e não você.

Indico? Indico, para quem gosta do gênero. Mas é como dissemos: é sexo, sexo e mais sexo, apenas isso.

Rafa: Esse é um livro que pode atrair o publico do qual gosta e aprecia o gênero hot, super indico! Uma história envolvente e cheio de sexo, sexo, sexo e um pouco mais de sexo.

Ah! Isso vale também para apimentar aquela relação que está morna entre o seu companheiro(a).

Concordo com a Nay, esse livro pode levantar inúmeras questões nas atitudes de Rob e ao mesmo tempo de Anne.

Super indico!

NOTA


Um comentário:

  1. Adorei a resenha de vocês!
    Realmente o Rob é um personagem detestável, mas essa era a intenção, mostra que mesmo com toda nossa luta feminista, ainda existem homens feito o Rob, infelizmente.
    A relação dele com a Anne é algo real, de casos que ainda existem por ai.
    Sim, o livro é sexo e muito sexo.. Na verdade acho que as folhas exalam sexo kkkkkkk
    Mas foi uma história que para mim, como autora, valeu a pena ser contada.

    Obrigada a Nayara e Rafael pela resenha.

    ResponderExcluir