[Duo Literário] Resenha - Meu Ébano

Olá, leitores!

Sejam bem-vindos a nova coluna do blog, Duo Literário!

Para sermos breves, nesta coluna traremos críticas de livros com dois pontos de vista diferentes. A coluna será escrita por mim, Nay, e pelo Rafa. Nós dois faremos leituras juntos e traremos nossa avaliação no ponto de vista de cada um, além de dizer se é uma boa leitura para se fazer com o namorado (a), amigo (a)... 😉

Eu e o Rafa temos 99% de compatibilidade em praticamente tudo, gostos, pensamentos, etc... então pode ser que nossas opiniões sejam parecidas algumas vezes 💓.

Para estrear a coluna, trouxemos o livro Meu Ébano, um romance erótico. Vamos lá?


Autora: Suka P.
Página: 152
Publicação Independente
Disponível para o Kindle Unlimited‎
Classificação: 18 anos

Sinopse: Anne, uma jovem garota, vê sua vida modificada após conhecer Rob, um homem mais velho e mais experiente pelo qual ela se apaixona.

Enquanto ele busca ensiná-la sobre a vida sexual e profissional, dando a ela oportunidades irresistíveis, ela apenas vê nele o amor de sua vida.

Um romance vulgar, com reviravoltas surpreendentes.


A HISTÓRIA

Nay:

Não espere muita coisa da história, a não ser muito sexo, não acontece nada de grandioso, a não ser no final, que me deixou bem chocada em uma cena específica, e o epílogo, e é nesse ponto que eu acho que a autora poderia ter explorado a história, pois apenas sexo, sexo, sexo deixou a história um pouco maçante.

Além disso, tem muitas falas machistas, o que me desagradou muito, deu muita raiva mesmo, e acredito que para quem é feminista como eu, vai se incomodar bastante também.

Rafa:


Uma espécie de 50 Tons de Cinza, versão brasileira. A autora traz uma história envolvente de um amor avassalador, entre uma jovem estudante universitária e um empresário do ramo turístico. Ambos se conhecendo através da faculdade. Porém notei que tem mais sexo, sexo, sexo ao invés de uma história de amor entre idas e vindas. 

ESCRITA

Nay: 

A Suka escreve muito bem, isso fica claro. A escrita é fluída, sem muita enrolação. Entretanto, a repetição de diálogo, quando narrado hora por Anne, hora por Rob, incomoda demais e é isso que deixa o livro cansativo e entediante, pois tem hora que isso se torna totalmente desnecessário, repetindo muitas vezes diálogos inteiros, da vontade total de pular a página (O que confesso ter feito em alguns momentos).

Rafa: 

É inquestionável o talento da autora, possuindo uma escrita sem "mimimi", ela vai direto ao ponto em cenas de sexo durante toda história. Desprendendo de toda formalidade em cada capítulo escrito.

A autora poderia ter explorado um pouquinho mais na hora de criar um dinamismo nos diálogos entre Anne e Rob, em algumas partes, chega ser um pouco cansativo ter que reler todo o diálogo anterior do mesmo personagem. Fora isso, uma história que prende os leitores que amam esse gênero.



PERSONAGENS

Nay: Anne é uma garota que pode trazer inspiração para muitas meninas que estão iniciando a vida sexual, com suas inexperiências, descobertas e inseguranças. Além dela ser uma garota fora dos ridículos "padrões de beleza".

Rob é um personagem que detestei profundamente, do início ao fim, extremamente machista, acha que é dono da razão simplesmente por ser mais velho e ter vivenciado mais coisas na vida. Odiei!

Rafa: Anne é uma jovem meiga e tímida, que busca se encontrar para o verdadeiro amor, além de ser sonhadora e buscar os seus objetivos para o futuro. O livro narra toda suas inseguranças e medo em relação sexo.

Rob é um personagem que detestei em todos os sentidos, fazendo o tipo machista "mando em tudo nessa porra". Um sujeito que busca o sexo entre ela e uma personagem secundária que pouco apareceu na história. Ele é o tipo de sujeito que vemos por aí, que trata uma mulher apenas como um objeto sexual, nada mais que isso. Seria legal uma morte lenta e dolorosa para ele na história. Fica a dica.

Nay: Rafa é demais hahaha, mas é realmente o que a gente desejou para o personagem. Rob é insuportável.

CAPA

Nay: A capa é bem bonita e representa bem a história e os personagens, tem tudo a ver.

Rafa: Capa é de acordo com todo o contexto passado na história. Tem tudo a ver mesmo. 

INDICAÇÃO

Nay: Para quem gosta de Romances Eróticos vai encontrar em Meu Ébano uma história quente, com cenas apimentadas e bem fortes, um prato cheio para amantes do gênero.

Lê com o namorado (a) pode dar uma apimentada na relação, por causa das cenas de sexo, que são bem quentes.

Válido para ler com o amigo também, principalmente se vocês tiverem opiniões ativistas, pois da pra questionar muitas atitudes, tanto de Rob, quanto de Anne. Rende uma boa discussão. 

E meninas, sempre, sempre falem NÃO para o que vocês não querem fazer! E se o macho for escroto com você, VAZA, garanto que quem vai sentir falta é ele e não você.

Indico? Indico, para quem gosta do gênero. Mas é como dissemos: é sexo, sexo e mais sexo, apenas isso.

Rafa: Esse é um livro que pode atrair o publico do qual gosta e aprecia o gênero hot, super indico! Uma história envolvente e cheio de sexo, sexo, sexo e um pouco mais de sexo.

Ah! Isso vale também para apimentar aquela relação que está morna entre o seu companheiro(a).

Concordo com a Nay, esse livro pode levantar inúmeras questões nas atitudes de Rob e ao mesmo tempo de Anne.

Super indico!

NOTA


Comentários

  1. Adorei a resenha de vocês!
    Realmente o Rob é um personagem detestável, mas essa era a intenção, mostra que mesmo com toda nossa luta feminista, ainda existem homens feito o Rob, infelizmente.
    A relação dele com a Anne é algo real, de casos que ainda existem por ai.
    Sim, o livro é sexo e muito sexo.. Na verdade acho que as folhas exalam sexo kkkkkkk
    Mas foi uma história que para mim, como autora, valeu a pena ser contada.

    Obrigada a Nayara e Rafael pela resenha.

    ResponderExcluir
  2. Quando vejo livros que só contem cenas de sexo já passo longe, acho cansativo demais. Não que seja ruim, mas passei do patamar de ler só livros assim e ainda mais no que você diz sobre ter uma cena ruim, aposto que deve ser algo que ela não queria e alguém forçou e eu já emputeço. Adorei a sinceridade.

    ResponderExcluir
  3. Tudo bem? Adoro ler resenhas duplas, triplas e afins, legal esse tipo de post. Eu não curto erótico, então eu não leria o livro, e a premissa não me chamou atenção.

    Beijos.

    Minhas amigas adoram o gênero e geralmente indico a elas quando vejo algo que elas não comentaram antes, como esse livro do post.

    ResponderExcluir
  4. Oi.

    Até hoje nunca tinha visto uma resenha desse tipo, mas gostei muito desse experiência. Eu ainda não conhecia esse livro, ele parece ser bem interessante, mas vou ter que passar a dica. Algo nele não me atraiu para a leitura.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Pensem num livro que não lerei de jeito nenhum!rsrs Além de não apreciar livros que só falem de sexo e tenham praticamente zero conteúdo, dá para perceber, pela resenha de vocês, que vou querer matar o personagem masculino e sacudir a mocinha por ser uma estúpida que aceita tudo. Não tenho paciência nenhuma com esses tipos de personagens e prefiro evitar histórias assim tão vazias e ao mesmo tempo tão estressantes. Personagens machistas já não agradam tanto os leitores como antigamente. Eu, por exemplo, até tolerava certos personagens no passado, mas hoje em dia meu gosto literário é outro e embora entenda que ficção às vezes é para ser apenas ficção, histórias assim não servem para mim.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Que capa mais bizarra! hahahaha Não curti nem um pouco. E a premissa não me chamou a atenção também, não é nem por ter cenas de sexo, eu não me importo com isso, porém, tiveram pontos que não me envolveram o suficiente.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Acho que eu nao daria conta de ler essa obra, a capa já é super sexualizada pra mim, então já dispensaria. Sem contar que não precisamos de reforços de estereótipos machistas até na literatura, né? Existem tantos outros modos de se trabalhar isso, enfim, dessa vez passo a dica.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Bom, já adianto que apesar de não ter nada contra obras nessa pegada, eu não gosto de ler histórias sexuais demais, porque a gente acaba lendo algo que não tem assim nada demais ou tão diferente de várias obras. Pelo menos a escrita da autora flui fácil, mas não leria, por enquanto não.

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir

Postar um comentário